Análise de modelos para a Gestão do conhecimento organizacional: O caso serviço social da indústria - SESI/PE

ANDREA MEDEIROS SOUZA, DIEGO JACOB KURTZ

Resumo


Este estudo faz uma análise dos modelos de Gestão do Conhecimento, na busca de subsídios que possam desenhar uma rede colaborativa, tendo por objetivo geral propor uma metodologia de Gestão do Conhecimento em uma organização. O método utilizado baseou-se em um estudo de caso. Para a fundamentação teórica, foi realizada uma pesquisa bibliográfica e de campo, por meio da aplicação questionários baseados na metodologia adaptada do Diagnóstico de Gestão do Conhecimento (DGC) proposto por Bukowitz e Williams (2002) e entrevistas semiestruturadas, direcionadas à direção e gestores da Organização. O resultado da pesquisa revelou que a Organização estudada ainda precisa desenvolver condições facilitadoras para a aprendizagem e envolvimento dos funcionários no processo para estabelecer uma cultura que identifique conhecimentos tácitos e favoreça a confiança para o compartilhamento de conhecimento. O presente trabalho sugere que as práticas de GC só serão úteis se à Organização se estiverem alinhadas a Alta Gestão, possua suporte tecnológico adequado, e processos bem definidos. É necessário também que a Organização em questão esteja preparada para à implementação dentro do Modelo de Gestão, de modo que seja minimizado o risco de ações e gastos com resultados aquém do esperado.


Palavras-chave


Gestão do Conhecimento; Conhecimento; Competências; Tecnologia da Informação

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Scholar Scholar Sumários  Livre