Moda: expressão de arte e design

Ione Maria Ghislene Bentz, Fábio Parode

Resumo


Este texto promove o diálogo entre moda e arte, inspirado em processos criativos de design, para análise da coleção do estilista Ronaldo Fraga cujas peças fazem a releitura do pintor Cândido Portinari. Esse diálogo é produzido pelos traços de intertextualidade que organizam  a narrativa imagética, cujas peças e telas constituem a base da observação empírica.  As significações materializam-se em duas linguagens, também em sinergia: a imagética e a verbal. Para fins de análise, essas linguagens  operam dois micro-processos: um, de ordem referencial ou de representação, outro, de ordem  simbólica. Organizados em substratos, os materiais/artefatos/sistemas, são assim categorizados: a) as representações simbólicas: substratos representativos dos interesses sociais; (b) os processos de inovação: comunidades interpretantes; e (c) as estratégias de inovação social: mediações tecnológicas.  As narrativas, portanto, seriam organizadas pela gramática dos símbolos, das interações colaborativas e das estratégias projetuais. Esse conjunto de referências é capaz de articular o diálogo transdisciplinar proposto.

Palavras-chave


Moda; Design; Arte.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.