O espectador ativo em exposição: uma experiência de interação com a arte no espaço expositivo.

Marcos Martins, Renata Perim Lopes

Resumo


Este artigo apresenta uma análise da experiência do espectador em exposições, verificando sua relação com os novos meios de interação com a arte. O corpus analisado será composto por fotos selecionadas no aplicativo Instagram. Tomamos como ponto de partida fotos capturadas por parte do público visitante da exposição Picasso e a Modernidade Espanhola, em sua versão apresentada no Rio de Janeiro em 2015. Foi analisado o conjunto de fotos organizadas por meio da hashtag #modernidadeespanhola. A análise da narrativa criada nesse meio mostra as características da exposição e do próprio observador.

Palavras-chave


Metodologia; Design.

Texto completo:

PDF/A

Referências


BEIGUELMAN, Giselle. Reinventar a memória é preciso. In: BEIGUELMAN, Giselle; MAGALHÃES, Ana (Org.). Futuros possíveis: arte, museus e arquivos digitais. São Paulo: Petrópolis, 2014.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época da reprodutibilidade técnica. Tradução e notas Francisco De Ambrosis Pinheiro Machado. 1. Reimpr – Porto Alegre: Zouk, 2012.

BORJA-VILLEL, Manuel; PEIRÓ, Rosario. Picasso e a modernidade espanhola (1910-1963). In: CARMONA, Eugenio. Catálogo Picasso e a modernidade espanhola. Rio de Janeiro, 2015.

CRARY, Jonathan. Técnicas do observador: visão e modernidade no século XIX. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

______. Suspensões da percepção: atenção, espetáculo e cultura. Tradução: Tina Montenegro. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo: comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

GROSSMANN, Martin; MARIOTTI, Gilberto (Orgs). Museu arte hoje. São Paulo: Hedra, 2011.

MANOVICH, Levy. The language of new media. Cambridge, Mass.: MIT Press, 2001.

O’DOHERTY, Brian. No interior do cubo branco. A ideologia do espaço da arte. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

SENRA, Stella. Prefácio. In: CRARY, Jonathan. Suspensões da percepção: atenção, espetáculo e cultura. Tradução: Tina Montenegro. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

SIBILIA, Paula. O Show do eu: a intimidade como espetáculo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

SONTAG, Susan. Sobre fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

STEFANER, Moritz. Visual tool for the sociosemantic web. University of Applied Sciences Potsdam, 2007.

WISER, M. The Computer for the 21st Century. Scientific american. 1991. v. 265, n. 3, p. 94-104.

Textos em meios eletrônicos

IBRAM. Portal do instituto brasileiro de museus. Exposições brasileiras figuram em ranking das mais visitadas de 2015. Disponível na internet por http em:. Acesso em 15 mai. 2016.

___________ . Um Prometeu cauteloso? Alguns passos rumo a uma filosofia do design (com especial atenção a Peter Slotedijk). Palestra para o encontro Networks of Design, da Design History Society. Falmouth, Cornualha, 3 de setembro de 2008. http://filosofiadodesign.com/wp content/uploads/2014/10/Prometeu-cauteloso.pdf

OXFORD Dictionary. Disponível na internet por http em: http://www. oxforddictionaries.com/us/definition/american_english/selfie. Acesso em 14 mai. 2016.

STATISTA. The statistics portal. Disponível na internet por http em: http://www.statista.com/statistics/253577/number-of-monthly-active-instagram-users/. Acesso em: 16 mai. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.