A Bomba Atômica: Literatura e Origami no Ensino de Geografia e História

Carolina Rehling Gonçalo, Mario Marcello Neto

Resumo


Este artigo procura fomentar o trabalho interdisciplinar entre as disciplinas de História, Geografia e Literatura numa proposta acerca da Segunda Guerra Mundial, precisamente sobre a bomba atômica, numa proposta que envolve diferentes gêneros literários e origami, compreendendo que as obras literárias em questão são tratadas como documentos, capazes de representar determinada realidade, indivíduos de um lugar e de um tempo. Busca-se trabalhar o espaço geográfico como produto histórico construído e reconstruído constantemente, bem como conceitos chaves como lugar e memória. Assim foram selecionadas para este trabalho as seguintes obras literárias: Gen pés descalços do autor: Keiji Nakasawa e Sadako e os mil pássaros de papel de Eleanor Coerr. A proposta ainda indica o uso do origami para se trabalhar com a temática em questão, uma vez que existe um origami denominado tsuru, conhecido mundialmente como o pássaro da paz, que popularizou-se pela história de vida de Sadako Sasaki, vítima da radiação da bomba atômica lançada em Hiroshima no ano de 1945. Acredita-se que unindo áreas que apresentam proximidade quanto ao tema escolhido, possa-se construir o conhecimento de maneira mais lúdica, significativa e criativa, apresentando recursos diferentes dos usados habitualmente nas aulas das respectivas disciplinas, principalmente no que diz respeito à História e Geografia. 

 


Palavras-chave


Geografia; História; Literatura; Origami; Ensino.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015



Pesquisar - Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSN 2359-1870

v. 2, n. 1, nov. 2017