Formação docente e geografia: o foco na educação inclusiva, experiências para o debate

Juliandersson Victoria Alexandre

Resumo


O estudo voltado para a temática da inclusão de pessoas com deficiência física motora vem sendo abordada em várias áreas do conhecimento, a Geografia contribui com sua análise do espaço em diferentes olhares por este público. O artigo a seguir tem como objetivo analisar a importância da afetividade na inclusão de sujeitos com deficiência física motora, trata-se de uma atividade realizada com uma turma do 6º semestre do curso de Licenciatura em Geografia da Universidade Federal de Pelotas/RS para um trabalho de conclusão de curso do mesmo. A atividade tem como proposta mostrar algumas situações do cotidiano vivenciadas por pessoas com algum tipo de necessidade física motora, através de encenações divididas e apresentadas em pequenos grupos, promovendo o debate da importância dos aspectos afetivos e sua relação com a percepção do espaço. Como resultado pode-se observar a importância da afetividade no processo de inclusão de sujeitos com deficiência física motora e as diferentes percepções do espaço de acordo com as peculiaridades de cada situação apresentada e questionada em grupo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 PESQUISAR – Revista de Estudos e Pesquisas em Ensino de Geografia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Pesquisar - Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSN 2359-1870

v. 2, n. 1, nov. 2017