Brinquedo Terapêutico na Fisioterapia Respiratória em Pediatria: Uma Revisão Sistemática

Fabiula Joanita da Mata Belém, Bruna Weber Santos, Juliana Cardoso, Izabel Cabral Xavier Sarmento de Figueiredo, Renata Maba Gonçalves, Camila Isabel Santos Schivinski

Resumo


Objetivo: analisar as formas de utilização de brinquedos como instrumentos terapêuticos e coadjuvantes ao tratamento da fisioterapia respiratória aplicada à pediatria. Método: revisão sistemática conduzida nas fontes eletrônicas Pubmed/Medline, LILACS e SciELO em maio de 2017 utilizando-se descritores (Mesh e Decs) e palavras-chave específicas para a temática investigada. Foram incluídos os estudos, Guidelines e revisões que referenciaram o uso de brinquedos como instrumentos terapêuticos durante o atendimento de fisioterapia respiratória na faixa etária pediátrica, analisados por 03 avaliadores independentes. Resultados: identificou-se 563 títulos, dos quais 08 elegíveis, sendo 05 publicados nos últimos 10 anos. Constatou-se o uso frequente de brinquedos de sopro simples (cata-vento, bolinha de sabão e de isopor) como dispositivos educativos para o controle respiratório, além da utilização do vídeo game, o qual apresentou benefícios ao ser empregado como alternativa de terapia respiratória. Conclusão: de forma empírica, os estudos apresentam efeitos terapêuticos positivos com a utilização de brinquedos durante a fisioterapia respiratória. No entanto, novas pesquisas são necessárias para investigação dos efeitos fisiológicos desses dispositivos, suas indicações e técnicas de aplicação.


Palavras-chave


Fisioterapia

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.